O eleito menos votado do país vem de Roraima

Chico das Verduras, de Roraima, teve apenas 5.903 votos e conquistou vaga na Câmara


08 de outubro de 2010 | 0h 00

Loide Gomes – O Estado de S.Paulo

É de Roraima o candidato a deputado federal eleito com o menor número de votos no País. Francisco Vieira Sampaio, o Chico das Verduras (PRP), que tem 60 anos e o ensino médio, foi a escolha de 5.903 eleitores, o equivalente a 2,65% dos votos do Estado.

O político foi favorecido pelo complicado sistema eleitoral do País, puxado pela legenda da coligação Agora é 10 (PRB, PDT, PSL, PSDC, PRTB, PMN, PV, PRP e PC do B), que teve o terceiro deputado federal mais votado de Roraima, Johnathan Pereira de Jesus. A advogada Maria Helena Veronese (PSB), que ocupa uma vaga na Câmara, não conseguiu se reeleger, embora tenha recebido 8.128 votos.

Como a maioria da população roraimense, ele é migrante. Desembarcou em Roraima há 39 anos vindo de Pio XII, no Maranhão. Tem 14 filhos.

Prosperou no comércio e entre 1985 e 1990 foi o mais bem-sucedido empresário do ramo de hortigranjeiros, de onde veio o apelido. Hoje tem uma loja de materiais de construção em Boa Vista, na qual emprega 12 pessoas.

Sopa. Começou sua carreira política como vereador da capital, em 1992, e depois foi eleito duas vezes deputado estadual. Seu currículo se sobressai pelas denúncias de compra de votos.

Em 2008 foi cassado por abuso de poder político, por ter distribuído sopa às vésperas da eleição. Neste ano, passou uma semana preso sob a acusação de continuar a aliciar eleitores.

A Polícia Federal infiltrou agentes numa reunião em sua casa e o flagrou prometendo carteiras de motorista em troca de votos. Levado à Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, foi liberado na véspera da eleição, por ordem do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Sem surpresa. Apesar disso, afirma que não lhe causou surpresa sua eleição. “Eu não me surpreendi. Esta é a sétima eleição da qual participo e tenho muitos amigos, que também são meus eleitores. Vou à casa deles com frequência e não apenas no dia da votação, como faz a maioria dos políticos”, disse. “Além disso, tenho uma boa estrutura de campanha. Nunca precisei de candidatos a governador para me eleger.”

A candidatura do deputado eleito é questionada pelo Ministério Público Eleitoral, mas foi deferida anteontem pelo TSE.

Chico das Verduras classifica as acusações como “perseguição da oposição” e espera fazer um bom trabalho por Roraima e pelo Brasil, embora não saiba como funciona a Câmara Federal.

Em Brasília, ele quer conseguir emendas para beneficiar a agroindústria, promover a geração de empregos e combater a dependência da economia local em relação ao poder público. Depois da estada na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, também quer melhorar a situação dos detentos.

 

Fonte: Estadão

http://bit.ly/da7Ks8

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s