Diferença entre os candidatos ao governo foi de 5,6 mil votos em outubro

Igor Silveira

A disputa foi apertada. A diferença de votos, ao fim da apuração em Roraima, no último domingo, foi de pouco mais de 5,6 mil. Agora, o atual governador do estado, José de Anchieta Júnior (PSDB), precisa reverter a disputa com Neudo Campos (PP). Os dois candidatos têm munição de sobra para usar neste segundo turno e os embates entre os dois devem acontecer em tom mais agressivo. Outra curiosidade no pleito roraimense é a presença do senador reeleito Romero Jucá (PMDB). Ele, que é líder do governo no Senado, apoia a coligação de Anchieta, que também inclui o Democratas.

Sobre o assunto, em entrevista ao Correio, em julho deste ano, Jucá garantiu que não via problema na aliança com os partidos do presidenciável tucano. “Quando José Serra vier a Roraima, o governador Anchieta Júnior sai com ele e, quando a ex-ministra Dilma estiver aqui, eu sairei com ela”, disse Jucá.

O engenheiro José de Anchieta Júnior, 45 anos, tenta a reeleição depois de assumir o cargo em dezembro de 2007. O antecessor, Ottomar Pinto (PSDB), era tio de Anchieta e morreu vítima de complicações causadas por um infarto. Nesta segunda etapa das eleições no estado, teoricamente, ele sai na frente com o anúncio do apoio de Petrônio Araújo (PHS), terceiro colocado no primeiro turno, de Hiran Gonçalves (PHS) e Aimberê Freitas (PV), candidatos derrotados na disputa por uma vaga no senado, além de 11 dos 15 prefeitos de Roraima.

A campanha de Anchieta também é mais rica que a do adversário. A coligação do governador declarou ao Tribunal Regional Eleitoral de Roraima que o limite de gastos de campanha é de R$ 20 milhões, o dobro do valor anunciado pela equipe de Neudo Campos.

Processos
Contra o concorrente, José de Anchieta Júnior tem o argumento de que o também engenheiro Neudo Ribeiro Campos, 64 anos, é o ex-parlamentar campeão de processos no Supremo Tribunal Federal (STF), com 21 ações. Em agosto deste ano, ele renunciou ao mandato de deputado federal possivelmente para retardar os trâmites dos processos, porque esses são enviados de volta às primeiras instâncias depois da renúncia.

Como trunfo, Campos tem o apoio do prefeito de Boa Vista, Iradilson Sampaio (PSB). A capital do estado abriga 60% da população de Roraima, que conta com 271.596 eleitores, 0,2% do total no Brasil. Outro ponto que pode ser usado contra Anchieta por Neudo Campos é o fato de o atual governador ter problemas constantes com os servidores públicos. Desde que ele ocupou o cargo, os funcionários do estado entraram em greve algumas vezes.

População: 421.499
Eleitores: 271.596

Primeiro turno

Presidente

José Serra (PSDB) – 51,03%
Dilma Rousseff (PT) – 28,72%
Marina Silva (PV) – 18,77%

Governador

Neudo Campos (PP) – 104.804 votos (47,62%)
Anchieta (PSDB) – 99.124 votos (45,03%)

* Comparecimento: – 233.616 (86,02%)
* Abstenção: – 37.980 (13,98%)

Fonte: Tribunal Superior Eleitoral

Correio Braziliense

 

Anúncios

Um comentário em “Diferença entre os candidatos ao governo foi de 5,6 mil votos em outubro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s