Conheça a beleza das xilogravuras por Vanessa Brandão

Foto:  Divulgação

Xilogravura “O banho”, de J. Nobre

 

VANESSA BRANDÃO

A técnica milenar de entalhe em madeira, chamada xilogravura, chega a Boa Vista e esta disponível para quem quiser aprender. O Brasil possui artistas consagrados nessa arte, com obras expostas nos maiores museus do mundo.

De provável origem chinesa, a xilogravura é conhecida desde o século VI. No ocidente, ela já se afirma durante a Idade Média. No século XVIII duas inovações revolucionaram a xilogravura. A chegada à Europa das gravuras japonesas a cores, que tiveram grande influência sobre as artes do século XIX, e a técnica da gravura de topo criada por Thomas Bewick.

Xilogravura “Sagrado”, de Gilvan Samico

No Brasil, a xilogravura popular é uma permanência do traço medieval da cultura portuguesa transplantada para o Brasil e que se desenvolveu na literatura de cordel. Quase todos os xilógrafos populares brasileiros, principalmente no Nordeste do país, provêm do cordel.

Instrumentos utilizados para entalhe na madeira

Em Boa Vista, o geógrafo e artista plástico Janderson Nobre, 27 anos, é um dos pioneiros na produção de xilogravuras. Ele aprendeu a técnica em 2003, no Festival de Inverno de Garanhuns, interior de Pernambuco, com o mestre J. Borges, um dos ícones da xilogravura no Brasil. “Ele ministra oficinas no mundo inteiro e eu não poderia perder a oportunidade”, diz.

Xilogravura “Mudança do Sertão”, de J. Borges

Qualquer pessoa pode aprender a técnica, não é necessário saber desenhar à mão livre. O material utilizado nas oficinas são pedaços de madeira macia, como umburana, cedro, louro rosa, louro vermelho e as goivas, instrumentos cortantes que podem ser encontrados pela internet ou geralmente são vendidas em lojas de material de construção. O primeiro passo é recortar o pedaço de madeira desejado, que pode ser em tamanho A-3, A-4, ou no tamanho desejado para o trabalho. “Sempre damos preferência para madeiras legalizadas, provenientes de reflorestamento”, destaca. Em seguida, é preciso traçar na madeira o desenho desejado. Os antepassados desenhavam no papel de arroz, técnica utilizada por alguns até hoje.

Para o desenho, existem temas mais tradicionais, que abordam a temática nordestina, retratando paisagens, lendas e mitos, os chamados “causos populares” e outros mais modernos. Muitos artistas já produzem embasados em uma temática mais contemporânea e variada.

O tempo de confecção está relacionado com a complexidade do desenho. Mestres, como o pernambucano Gilvan Samico, produzem atualmente apenas uma obra por ano. O artista tem obras expostas MoMA de Nova Yorque e participou duas vezes da Bienal de Veneza, com premiação em uma delas.  Outros mestres da atualidade são Abraão Batista, José Costa Leite, J. Borges, Marcelo Soares e José Lourenço.

Quem tiver interesse em aprender a técnica ou quiser organizar oficinas para eventos pode entrar em contato pelo e-mail janderson.nobre@hotmail.com.

DEFINIÇÃO
Xilogravura é a técnica de gravura na qual se utiliza madeira como matriz e possibilita a reprodução da imagem gravada sobre papel ou outro suporte adequado. É um processo muito parecido com um carimbo. Os entalhes na madeira são feitos com instrumentos cortantes, formando a figura ou forma (matriz) que se pretende imprimir. Em seguida usa-se um rolo de borracha embebecido em tinta, tocando só as partes elevadas do entalhe. O final do processo é a impressão em alto relevo em papel ou pano especial, que fica impregnado com a tinta, revelando a figura. Entre as suas variações do suporte pode-se gravar em linóleo (linoleogravura) ou qualquer outra superfície plana. Além de variações dentro da técnica, como a xilogravura de topo. Fonte: Wikipédia.

Fonte: FolhaBv

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s