As dores de Romero Jucá

 

Antes mesmo de seu irmão Oscar Jucá ser demitido da Conab e sair atirando contra dois ilustres peemedebistas, o ministro da Agricultura, Wagner Rossi, e o vice-presidente, Michel Temer, o senador Romero Jucá (PMDB-RR) já se considerava desprestigiado pelo governo Dilma Rousseff.

Há alguns meses, Romero — que é líder do governo no Senado — se ressentia do fato de não ser recebido a sós por Dilma.

E depois que Oscar Jucá, ex-diretor financeiro da Conab afirmar à revista Veja que no ministério da Agricultura “só tem bandido”, além de provocar a ira de Temer, Romero também acabou levando uma bronca da ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, sua ex-colega de Senado.

Por ora, nada indica que Romero Jucá vá perder a liderança, mas ele, que tem lá suas pendências na justiça, anda bem fraquinho.

Angela Pimenta
Exame.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s